FEICA 2022: Sessões de “Breakout” reveladas

A conferência FEICA 2022 European Adhesive & Sealant realiza-se de 14 a 16 de setembro em Hamburgo (Alemanha).

Desta forma, a FEICA revelou recentemente as temáticas das sessões Breakout que se irão realizar nos dias 15 e 16 de setembro:

I – Adesivos para embalagens de alimentos;
II – Avanços em A&S à base de água;
III – Outlook: A&S a ajudar a transformação ecológica;
IV – Adesivos hotmelt que permitem soluções sustentáveis;
V – Novos aditivos;
VI – Perceber a eficiência energética;
VII – PUs de monômero de baixo diisocianato;
VIII – Tecnologias de pré-tratamento;
IX – Blocos de construção de base biológica para A&S;
X – Expandir os limites com hotmelts de PU;
XI – Sustentabilidade com selantes de silicone;
XII -A&S e reciclagem.

Com o tema “Possibilitando um futuro sustentável”, este é o principal evento para a indústria de adesivos e selantes e pretende dar insights essenciais a todos os stakeholders sobre os principais problemas que afetam o setor.

Se ainda não se inscreveu, aproveite o desconto até dia 31 de maio!

Mais informações e inscrições aqui.

Adesivos epóxi com utilização crescente a nível estrutural

De acordo com um estudo recente da Polaris Market Research, o mercado global de adesivos epóxi deverá sofrer um aumento exponencial até 2026!

Este tipo de adesivos está a ser cada vez mais utilizados como adesivos estruturais em diversos setores devido à elevada resistência dos mesmos e adesão eficiente numa ampla variedade de materiais como madeira, vidro e metal.

Para além disso, estes oferecem também uma contração mínima, resistência térmica e química elevada e força coesiva, podendo ser alterados e modificados para oferecer uma variedade de propriedades e soluções personalizadas. Adesivos epóxi poderão ser utilizados nas indústrias de automóveis, construção e aeroespacial.

A utilização destes permite também que sistemas de energia renováveis (solar, eólica e hidrelétrica) resistam a ambientes agressivos, temperaturas extremas, abrasão química e tensões mecânicas.

Leia artigo na íntegra aqui.

FEICA: Questionário para apoiar o uso profissional de adesivos e selantes tendo em vista a revisão REACH da UE

A Comissão Europeia está a planear uma revisão do Regulamento REACH, contemplando a extensão da abordagem genérica de gestão de risco sob o REACH para utilizadores profissionais. No entanto, existe a possibilidade de que adesivos e selantes sejam banidos sem qualquer tipo de avaliação de risco e apenas os produtos que estão acessíveis a consumidores finais privados no mercado de bricolage poderão ficar disponíveis para trabalhadores de construção civil ou de oficinas de automóveis.

A FEICA, em parceria com o DUCC, pretende organizar um workshop com a Comissão Europeia para discutir este tema e pretende demonstrar como os utilizadores profissionais estão organizados para manusear produtos químicos com classificações de perigo.

Para recolher esta informação, a FEICA lançou um questionário dirigido a todos os utilizadores profissionais de adesivos e selantes, ou seja, todos os que utilizem estes produtos fora das instalações industriais como por exemplo construção civil, reparação automóvel, carpintaria, canalização, etc.

Responda ao questionário até ao final do mês de maio aqui.

Adesivos: Testagem contra intempéries

A testagem de adesivos contra intempéries é fundamental para garantir que os adesivos utilizados sejam capazes de funcionar conforme o esperado em condições ambientais específicas.

Quando os materiais são expostos a fatores de stress ambiental o envelhecimento e a degradação podem ocorrer. A degradação devido à radiação solar, calor e humidade são frequentemente uma grande preocupação quando materiais orgânicos e poliméricos, como adesivos, são destinados ao uso externo. Por exemplo, temperaturas altas podem causar degradação térmica ao mesmo tempo que aceleram outros processos de degradação e difusão e a humidade pode influenciar o desempenho do material.

Assim, é fundamental testar os materiais a utilizar contra intempéries pois estes podem afetar a resistência dos adesivos que estão expostos ao ambiente.

Leia o artigo da Adhesives & Sealants Industry Magazine na íntegra.