Workshop: O papel dos adesivos e selantes na construção sustentável

Realiza-se no próximo dia 15 de dezembro em formato online, o workshop “O papel dos adesivos e selantes na construção sustentável” organizado pelo Grupo Español de Adhesión y Adhesivos (GEAA) em colaboração com a Asociación Española de Fabricantes de Colas y Adhesivos (ASEFCA).

Com este workshop pretende-se reivindicar o papel dos adesivos e selantes na construção sustentável como capacitadores essenciais do Pacto Ecológico Europeu. Durante o mesmo será também demonstrado o papel dos adesivos e selantes em relação às novas estratégias e regulamentações em construção sustentável vinculadas à economia circular, bem como soluções sustentáveis e o seu impacto ambiental.

A FEICA irá apresentar uma sessão sobre “O impacto dos regulamentos da UE em edifícios sustentáveis”.

Mais informações e inscrições aqui.

Assembleia Geral Ordinária da APCAS

No próximo dia 20 de dezembro às 11:30h, terá lugar a Assembleia Geral Ordinária da APCAS, prevista no art.º 12º dos Estatutos da APCAS, com a seguinte ordem de trabalhos:

Apreciação e deliberação do Plano de Atividades para 2023;
Apreciação e deliberação do Orçamento para 2023;
Outros assuntos.

A sua participação é muito importante contribuindo para o desenvolvimento da nossa associação, pelo que contamos com a sua presença.

Convocatória: Convocat. A.G. (20-12-2022)

Posição da FEICA sobre o Regulamento de Embalagens e Resíduos de Embalagens

Os adesivos são parte de uma vasta cadeia de valor nas indústrias das embalagens de papel, plástico, vidro e metal. Tendo em conta a revisão da “European Union Packaging and Packaging Waste Regulation”, a FEICA apoia o objetivo de uma legislação atualizada e ambiciosa, com um foco claro na circularidade.

Por forma a maximizar o benefício ecológico e evitar a disrupção do mercado, ou substituições indesejadas, a FEICA acredita que vários aspetos importantes terão de ser considerados na legislação futura. Entre estas destacam-se a utilidade das diretrizes dos projetos de construção, o impedimento da lista geral de produtos ou substâncias negativas, a atualização da infraestrutura Europeia para tecnologia mais avançada e a melhoria da qualidade do material reciclável através da lavagem e limpeza.

Consulte a posição da FEICA aqui e, para mais informações relativas a este tema, consulte o website da FEICA aqui.

ECHA: Consulta para o sistema de disponibilidade de dados regulatórios

A ECHA encontra-se a trabalhar num novo sistema de disponibilização de dados de forma a melhorar os seus serviços e a publicação de informações químicas não confidenciais no seu website.

No início deste ano, a agência europeia lançou uma consulta pública centrada na forma como disponibilizam os dados dos dossiers de registo e na classificação de substâncias, sendo que esta nova consulta, e no seguimento da anterior, pretende explorar modos de apresentar as informações do processo regulatório de maneira útil.

Responda à consulta até ao dia 18 de novembro aqui.

FEICA/EURADH apresentam “Adhesion Innovation Award 2023”

A FEICA, em conjunto com a EURADH – European Adhesion Societies, apresentou recentemente a 3ª edição do “Adhesion Innovation Award 2023”.

Este evento bianual pretende fortalecer as interações entre as atividades industriais e científicas, bem como aumentar a consciencialização sobre as inovações mais marcantes no setor de adesão e adesivos que contribuem significativamente para a economia circular e europeia.

O foco desta 3ª edição é a sustentabilidade, durabilidade e aplicações industriais de adesivos e colas com o objetivo de atrair jovens investigadores e cientistas europeus.

Mais informações, critérios de avaliação e submissão de trabalhos aqui.

Revisão do CLP: Tomada de posição do DUCC

Os utilizadores a jusante de produtos químicos serão impactados pela Revisão do CLP – Regulamento de Classificação, Rotulagem e Embalagem. Como esta é uma legislação horizontal, qualquer alteração terá um grande impacto ainda que indireto em diversos setores como biocidas, pesticidas, detergentes, cosméticos, brinquedos e dispositivos médicos.

Assim, o DUCC (Downstream Users of Chemicals Coordination Group) considera que a Comissão Europeia deverá incluir a avaliação das implicações setoriais na sua avaliação do impacto do CRE e publicou recentemente um documento com oito prioridades para utilizadores a jusante que formulem a revisão do CLP.

Consulte o documento na íntegra aqui.