INVESTIGAÇÃO: Criado adesivo natural com resistência salina para utilização em ambientes húmidos

Investigadores da Université de Montréal alteraram um adesivo natural de forma a alargar o espectro de ambientes em que este é capaz de produzir uma ligação adesiva forte, mas também resistir a ambientes aquáticos.

Para tal foi necessário remover a resistência do adesivo natural à água do mar e a outros ambientes húmidos, reportando-se que a bactéria aquática holdfast (caulobacter crescentus) não é a única que mostra habilidades adesivas em superfícies húmidas como tubos e em água potável. No entanto esta outra bactéria (hirschia báltica) para além de mostrar ligações adesivas semelhantes, utiliza a salinidade da água como ambiente natural.

Os investigadores descobriram também que alterando a composição da primeira bactéria, as propriedades também se modificariam melhorando o desempenho em ambiente salino. Assim, seria possível utilizar este adesivo em canalizações onde poderá estar presente água salgada.

Baseado em artigo da Adhesives.org

INVESTIGAÇÃO: Estudo de moluscos para o desenvolvimento de adesivos sustentáveis

Um grupo de investigadores da Universidade de Purdue (EUA) está a estudar moluscos com o objetivo de desenvolver adesivos mais seguros e sustentáveis para aplicações médicas, roupa, utensílios domésticos e eletrónicos.

Esta investigação tem por base verificar como os moluscos criam materiais, quais os componentes de adesivos que desempenham papéis mais ativos na colagem e também testar novas colas sintéticas e biomiméticas para determinar a sua eficácia e viabilidade.

Leia na íntegra aqui.